terça-feira, 22 de abril de 2008

"Uma vida não examinada não vale a pena ser vivida"


"Uma vida não examinada não vale a pena ser vivida"
Sócrates (470-399 a.c.)


Para Émile Durkheim, em sua Teoria da Coesão Social, a Sociedade é um todo integrado.
A vida social, estrutura e gera significados para a existência humana.
A liga que nos une ao social é a Consciência Coletiva. E a solidariedade é a comunhão dessa Consciência Coletiva aonde partilhamos o mesmo conjunto de regras de convivência.
O respeito e a obediência a nossa consciência coletiva é que garante um estado de ordem e "harmonia" da sociedade. Sendo assim, a sociedade impõe normas para satisfação das necessidades pelo indivíduo-
Instituições de controle social. Quando isso não acontece, vemos uma sociedade sem regras claras, sem valores, sem limites, que leva o ser humano ao desespero e a insegurança nas relações sociais - sociedade em estado de Anomia.
Observando os casos de crimes contra crianças, jovens e adolescentes divulgados pela imprensa... nos perguntamos, qual o papel da educação e seus possíveis obstáculos na construção de uma nova sociedade, aonde o indivíduo se sinta parte de um todo e mais integrado socialmente?



22 comentários:

Adriene disse...

A educação tem como foco concientizar todos aqueles que vivem integrados em uma sociedade, mostrando a responsabilidade e o respeito que nós cidadãos temos que ter uns com os outros, visando a melhoria de nosso país. Observando o estudo de Durkhein vemos que a nossa sociedade está desestruturada, o desrespeito prevalece, os crimes e a violência estão cada vez mais presentes nas nossas vidas.
Por isso devemos buscar a melhoria e o esclarecimento para que possamos reestruturar e integrar cada vez mais a nossa sociedade.
Opinião dada pelas alunas:
Adriene
Anna Paula
Camila Patricia
Marcilânia Fernanda
Turma:3002

Drielle disse...

Há 40 anos atrás a sociedade era diferente de hoje.Então é sim,possível a construção de uma nova sociedade,onde todos possam se integrar e se respeitar mutuamente.Para isso,todos nós devemos fazer a nossa parte,derrubando as muralhas do egoísmo,preconceito,corrupção,
desigualdades.
Educação vem do berço.Aprendemos desde pequenos e vamos evoluindo de acordo com o meio que vivemos,com amigos que fazemos,com metas a serem traçadas,tudo isso num amplo conjunto.Uma família saudável com pricípios cria e forma jovens,pessoas íntegras,honestas,pois os filhos são o reflexo dos pais e sendo reflexos deles copiam,fazem e agem de pronto encontro com aquilo que lhes foi passado,ensinado.Para criar uma nova sociedade devemos primeiro "querer" mudá-la,entrar num concenso coletivo,onde todos trabalhem com esse objetivo.Devemos também incluir a educação antiga dos pais em nossa sociedade atual,pois nós espelhamos neles e se tivemos uma boa criação familiar devemos resgatá-la.
ESCOLA ESTADUAL GERALDO TEIXEIRA DA COSTA
Alunos:Cleiton
Drielle
Luana
Rafaela Alvarenga
Rafaela Fernandes
Raphaella Priscilla
Roberta Bárbara
Sutame
TURMA:3000

Caio disse...

ao meu ver, a educação é a base de tudo, ou quase tudo. vemos um mundo perdido, cheio de guerras, corrupção, assassinatos, enfim, uma desordem generalizada! muitos vêem a morte como uma unica forma de se livrar desses transtornos que muitas vezes nós mesmo que causamos. deveríamos procurar conviver em harmonia, o que geralmente nao acontece. queremos sempre o melhor, que na maioria das vezes é o melhor para nós, nunca pensamos num bem comum. o educação vem de berço? para mim, não. vemos casos de pais e mães que matam, roubam, e os filhos chegam para consertar esse "desvio" dos seus pais, se tornam grandes pessoas dignas.
A educação é a base para um bom convivio para a nossa sociedade, fazer o bem, sem olhar a quem, já dizia o ditado. uma boa educação abre portas, e traz respeito. uma sociedade perdida pode ser o fim de grandes indivíduos. se cada um faz a sua parte, podemos sim, construir um novo mundo com pessoas melhores e mais civilizadas.
comentario postado pelos alunos:
Caio Eduardo
Mariele Evani
Daniel Alves
Shirlei Cristina
3012
geraldo teixeira da costa

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
camila disse...

"Uma vida não examinada não merece ser vivida".

Em uma apologia filosófica bem sucedida, Socrátes deixou sua marca e hoje sua análise é o tema de nossa reflexão.
Quando abordados sobre a importância de um determinado fator normalmente nos enrolamos e apenas vimos as coisas de maneira mecanizada, imagine se as regras não existissem?

Em seus estudos o grande pensador, Émile Durkheim afirmava sobre a importância da ordem, se a mesma
não fosse implantada a sociedade estaria em estado de anomia, um precussor da desordem social.

Esse em nossa concepção é o fator culminante: por que tomamos algumas atitudes? cultivamos alguns costumes? mantemos hábitos dos nossos avós?
Dentro disso tudo há um sentido embasado pelo que conhecemos como consciência coletiva,mas não de maneira mecanizada, como se agissemos como escravos de hábitos sociais, o importante é a reflexão analítica do fato, os fatores positivos e negativos de um contexto para o encontro de uma decisão plausível.

Em nossa conclusão, examinar a vida é encontar o verdadeiro sentido dela, das nossas decisões , costumes, hábitos...
Questionamentos...
Acreditamos que se no mínimo 50% das pessoas questionassem suas próprias decisões, o mundo seria melhor, nos libertariamos de conclusões erroneas e preconceitos tolos que apenas nos levam a opiniões e decisões que não se embasam na verdade!

UMA VIDA EXAMINADA MERECE E SERÁ BEM VIVIDA.

E LEMBRE-SE,SE NÃO CONCORDOU COM ALGO POSTADO NESSE TÓPICO, QUESTIONE.

Camila Cristina
Felipe Augusto
Poliana Oliveira Turma:3012

GETECO

Gustavo disse...

"A vida não-examinada não vale a pena ser vivida".


A vida não-examinada nada mais é do que a vida de grande número de pessoas. Acordar, vestir-se, comer, trabalhar, comer, mais um pouquinho de trabalho, finalmente casa, comer, bater o ponto da tv, ler alguma besteira, trocar meia dúzia de palavras com os seus vizinhos de parede ou com os amigos do outro lado da linha telefônica... pijama e sono. Rotina indefinidamente. Mas o que isso significaria para eles? Em como essa vida realmente deveria ser vivida?
Raramente paramos para refletir sobre qual seria o nosso papel na vida. O que realmente queremos nela, quem somos nós e o queremos ser, qual a diferença que podemos criar nessa vida? O que é relmente certo para nós?
Uma vida na matrix, cercada, baseada em valores e crenças que jamais são analisados ou testados pelo nosso ponto de vista. Mas é esse o ponto. Esse auto-exame é temeroso, parece constituir alguma ameaça. Como Cyrix em Matrix. Preferimos muitas vezes a ignorância ao medo de esbarrar na verdade e no efeito purificador que tende a possuir essa reflexão. É mais saboroso sentir os prazeres banais e frios de um suculento bife diário. Há um porém aqui. A meta desse exame filosófico não é criticar no sentido negativo, renunciar ou rejeitar certos valores. A verdadeira meta é a compreensão. Contudo, quando atingimos um nível mais elevado de compreensão tendemos a mudar o nosso foco. Abandonos atividades desnecessárias ou sem importância. Adotamos, finalmente, outras, reequilibramos e alteramos positivamente nossas vidas de uma maneira positiva.
Qual é o preço de vivermos uma vida não-examinada? Bom, Sócrates identificou esse custo ao dizer que esse tipo de vida simplemente não vale a pena ser vivido. Portanto, a dívida singela que adquirimos nesse espaço de tempo, é, e dura exatamente o tempo perdido nessa jaula imaginária. Pode ser nossa vida inteira, e nada pode ter um preço tão alto. Sócrates, no entanto, não afirmou que essa vida não-examinada nada vale. Sabiamente, ele jogou aos ventos o ponto de vista de que sempre há algum valor positivo em qualquer vida, por mais irrefletida que seja. O jogador, perdão!, o filósofo, disse apenas que a vida não-examinada não vale o alto preço que pagamos por ela: o investimento de todas as nossas energias em uma direção que não escolhemos. Ele, com isso, deixou que cheguemos à essa conclusão por nós mesmos, através do auto-exame e do exame da vida.

ESCOLA ESTADUAL GERALDO TEIXEIRA DA COSTA
Alunos:Gustavo
Bruno
Thiago
Thalisson
José
Lucas
TURMA:3000

Luciene disse...

A partir do momento em que passaram a viver em sociedade, as pessoas tiveram que "criar regras" para que a convivência entre elas fosse harmoniosa. Mas quando um indivíduo fere essas normas, a sociedade passa entao a viver num estado de anomia, em que é possivel notar um ser humano desrespeitando os outros e a si mesmo.
Então aí entra a EDUCAÇÃO. Ela tem a função de construir uma sociedade estruturada, em q haja o respeito mútuo. A educação vem para integrar todos as pessoas, afim de que todos vivam numa sociedade sem preconceitos, sem crimes, sem medos...

GETECO

Ivone
Luciene
Mithale

Turma:3002

Saulo disse...

A educação que obtemos ao longo da vida por sentir apreço, raiva e senso de justiça quando vemos crimes ocorrentes com pessoas do nosso cotidiano ou até mesmo com crianças e adolescentes.
Os caminhos que percorremos para entrarmos na sociedade, são feitos a partir de aceitações das pessoas de convívio social. A sociedade que avança hoje em dia cada vez mais com pensamentos científicos, deixando de lado o modo retrógado de pensar, se perde nas manifestações de gosto sobre uma alta alteração não aceita socialmente .
Mas quando vemos algo ser atacado pela mídia pelo sensacionalismo sobre problemas que ocorrem em todo o mundo, a quase toda hora e em poucos casos o culpado e a verdade se sobressaem.
Se somos formados a partir de um impulso de medo, raiva,felicidade, justiça ou até mesmo o amor( se existir amor ao próximo), por que então fazemos interação social?
Sinto que somos pressionados até mesmo por essa motivação. Mas a espontânedade que agimos em nossos efeitos, nos marcam da mesma forma que DURKHEIM escreveu "Somos feitos de uma sociedade doente"

Grupo 3002
Saulo
Camila I(3016)
Alessandra
Aline
Patrícia

Anônimo disse...

Nos dias de hoje, podemos perceber que a educação tem papel fundamental na formação de cada indivíduo. Esta educação, sem dúvida, é um dos pilares desta sociedade, pois é a partir dela que cada pessoa forma sua opinião e decide o que é certo e o que é errado. Logo, cabe aos governantes lutarem para dar a essas pessoas educação de qualidade que as dirija a um pensamento lúcido e sensato sobre os seus atos. Entretanto, alguns obstáculos se tornam cada vez mais freqüentes, já que na maioria das vezes, o governo se mostra indiferente quanto aos problemas sociais, o que torna a situação mais difícil, pois essa indiferença não gera lucro à população e não resulta em investimentos, nem educação e saúde, o que a nossa sociedade mais precisa.
GETECO
Amanda
Ana
Jéssica
Lectícia
Maressa

Marcelo disse...

A educação tem um papel importantissimo na contrução de uma nova sociedade, isso porque o conhecimento que você adquire na educação pode fazer um bem ao a sua sociedade.
Os obstáculos da educação é a falta de respeito do cidadão em geral, como a violência, a corrupção, isso concerteza é efeito da educação que não tiveram. Uma pessoa para se sentir integrado na sociedade tem que seguir regras mas não por ser obrigado mas sim que a sociedade impõe ele a seguir as suas regras.
alunos:Marcelo
Adriana
Adriene
Rosana
Rosania
Turma 3016 Turno noite Geteco

JOHN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
john disse...

Temos que ver tambem que existem ataques não somente nas crianças, mais tambem ataques feitos por elas, quantas vezes já passaram reportagens falando que uma criança cometeu algum crime, como esses dias atrás, onde o ex-jogador Pelé, foi assaltado por uma criança de 13 anos, nem sempre o ataque vai em direção a elas muitas vezes vem delas mesmos, onde esta o erro?
Na educação, não é bem na educação é na falta dela.
Hoje esta mais facil crianças estarem fora da escola do que nela
como durkhein disse que nossa Sociedade esta desestruturada cada dia mais, temos crimes e mais crimes presentes em nosso cotidiano,
penso assim:
Não podemos falar que a violência esta somente encima das crianças, como todos vemos esta encima de todos
tudo vai parar quando a sociedade em si acordar e ver o somos o que fazemos.
E.E. GERALDO TEIXEIRA DA COSTA
ALUNOS
JOHN LENO
DIOICE DORISLAINE
DAIANE PIRES
BRUNO ANDRADE
ANDERSON BARBOSA
KENIA
HANA
LUIZA
turma 3002

Diego Dleon, jonata,Eubert,Leonidas disse...

de acordo com o subtitulo eu acho que uma vida não examinada deve ser vivida sim, pois como a peessoa vai examinar sua vida sem ter a oportunidade de vive-la, por isso eu discordo plenamente desse tema e eu aque vale apena sim pois todos somos iguais, todos nos temos o direito de viver mesmo que seja de um modo duro cheio de obstaculos propostoo pela propia vida

Luiza disse...

A partir do momento que a educação for usada como ferramenta exclusiva de ensino, onde os educadores tivessem por objetivo ensinar e preparar jovens, não só para o mercado de trabalho, mas para o futuro que os espera, a sociedade em geral teria mais equilíbrio para lidar com determinadas situações.
Certa vez, li um depoimento onde Bill Gates fala sobre coisas que os estudantes não aprenderiam na escola, pois elas não ensinam ou passam uma visão irreal sobre determinados assuntos. Ele fala como a política do "bem-estar ou sentir-se bem" tem criado uma geração de crianças e jovens sem o real conceito da realidade, e como esta política tem levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores à escola.
Como achei este depoimento interessante e de suma importância para nós jovens, citarei alguns itens que nele é mencionado:

"_O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de você sentir-se bem com você mesmo."

"_Você não ganhará US$ 40.000 por ano assim que sair da escola. Você não será vice-presidente da empresa com carro e telefone à disposição, antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone."

"_Fritar hambúrgueres, cortar grama ou lavar carros não está abaixo de sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade."

"_Se você fracassar não é culpa de seus pais, então não lamente seus erros, aprenda com eles."

"_Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores por imposição da Associação de Pais, Alunos e Mestres. A vida não é assim, ela sempre fará esta distinção. Em algumas escolas você repete de ano e tem quantas chances precisar até acertar.Isto não se parece em nada com a vida real."

"_A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período"

"_Televisão não é vida real. Na vida real as pessoas têm de deixar o barzinho ou o clube e ir trabalhar"

Quando deixar-mos de nos acomodar e formos atrás daquilo que realmente é importante para o nosso desenvolvimento como ser humano, fazendo com que a ambição em crescer nos impulsione a ter vontade de ir sempre além, vêmos que não existe limite para a realização de nossos sonhos!

ESCOLA ESTADUAL GERALDO TEIXEIRA DA COSTA
Alunos: Luiza
Hana
Dioice
Daiane Pires e
John Leno

charles disse...

O que essa frase quer nos dizer?
A princípio podemos lê-la e não entendermos, mas se olharmos, meditarmos e "ir ao fundo", percebemos que ela quer nos transmitir algo; mas o que?
Eis a questão:
“Uma vida”... Essa vida que é citada na frase inclui e expõe todas as nossas faculdades e atitudes que temos tomado dia após dia.
"Não"... Palavra negativa; é negar.
"Examinada"... Examinar é analisar minuciosamente, observar, ver.
"Merece"... Merecer é ter mérito exclusivo
"Ser vivida". Eu sou tu es; somos temos, podemos viver.
Uma vida com atitudes não observadas, analisadas; não têm o mérito, o privilegio de ser e de existir.
Ao contrário de viver uma vida não examinada; meditemos em nossas atitudes, pois são elas é que farão o nosso destino.
A nossa vida é dirigida por palavras e atitudes; Enfim, ter uma vida bem vivida é viver com respeito e sabendo reconhecer o nosso lugar na sociedade; o de amigo (a), cúmplice e cidadão (ã).

Geteco
3010

Hadriel
Mônica
Charles
Railda
Cleiton

Diozef Carlos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diozef Carlos disse...

Hoje em dia vivemos numa sociedade de regras e normas para um bem de todos. Para em harmonia, paz e sem violencia, é preciso viver numa sociedade coletiva. O que significa que uns ajudando os outros, pois, se não vivermos em coletividade gera violencia, desigualdade social, crimes, etc.
Temos que ser solidarios e concientes para com a sociedade, pois e dessa conciencia coletiva que temos que compartilhar a nossa convivencia.
Mas para vivermos em harmonia com os outros, nossos vizinhos, amigos, com nossa familia, temos que ter regras, limites, porque se tivermos regras o mundo vai virar uma bagunça, com muita violencia e crimes.
E sem falar na educação, ela e fundamental para o crecimento da socieade e seus individuos.
Opnião dada por
Diôzef
Rodrigo
João Francisco
Aline
Cênia
Pamela
Paôla
Turma 3010
GETECO

Bárbara disse...

O papel da educação na sociedade é padronizar e usar um único caminho para que seja construída uma sociedade harmonioza e bem organizada.
Vivemos em um mundo que cresce e evolui a cada dia, mas existe algo errado que vem acontecendo para que a educação social se torne menos eficiente do que antes. Não que antigamente não existisse crimes e violência, mas cada vez mais se torna algo mais frequente.
Hoje em dia a educação não tem mais a importância que possuia em épocas anteriores e isso é o que faz ela deixar-se levar para um caminho menos eficiente.
E juntamente com essa desvalorização, há fatores que também são contribuintes fortes para o mesmo. A globalização é algo que vem acontecendo de forma muito acelerada para quem não espera por ela e de repente isso afeta a sociedade em um todo, desestrutura e às vezes até contribui para melhoras, mas na maior parte das vezes não ajuda muito, pois a visão do homem o faz ser egoísta em meio a ambição e à vontade de crescer. A mídia é outro fator que, embora tenha importância enorme, nem sempre ajuda as Instituições de Controle Social.
Com base nos Estudos de Durkheim, podemos comprovar que a sociedade esta desestruturada e muito mal organizada. A consciência coletiva está excassa e está dando lugar à consciência egocêntrica. O homem tem a visão egoísta no mundo de hoje, é ele no centro da sociedade.
A educação da sociedade é o passaporte, é a preparação para a vida e para a integração da Teoria da Coesão Social, porque quando examinamos a vida percebemos que a vida só vale a pena quando vivemos em harmonia de idéias, valores e pessoas.

->Geteco
->Turma: 3000
->Alunos: Anderson, Bárbara, Jucimara e Natália.

Anônimo disse...

"A educação é o processo pelo qual o indivíduo desenvolve a condição humana, com todos os seus poderes funcionando com harmonia e completa, em relação à natureza e à sociedade. Além do mais, era o mesmo processo pelo qual a humanidade, como um todo, se elevando do plano animal e continuaria a se desenvolver até sua condição atual. Implica tanto a evolução individual quanto a universal."
Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.

A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.

Escola: Geraldo T. da Costa
Alunos: Breno N° 35
Thales N° 36
Arthur N° 37
Ana Paula N° 05

Anônimo disse...

Rank уouг Youtube Videos at httρ://youtuberankіng.
top-іnformation.net/ -> Juѕt $5 a Video!
Feel free to visit my site : Thyroid and weight gain - thyroid weight problems symptoms

giovanna damaso disse...

muito interesante!! pois fala como e o comportamento das pessoas socialmente como si ela e solidaria cm a vida coletiva, si ela tem seus objetivos alcancados, muito interesante mesmo. gostei muito do blog.

João Vitor Santana disse...

A educação tem papel fundamental na vida de um ser humano, onde ela tem como papel principal integrar o cidadão á sociedade. De acordo com o artigo nossa sociedade está desunida ou desestruturada e nós devemos buscar cade vez mais a restruturaçao dessa sociedade.